News
Loading...

Ryu Recomenda: Kiseijuu sei no Kakuritsu


Kiseijuu: Sei no Kakuritsu                                  



Kiseijuu: Sei no Kakuritsu
Parasyte – the maxim
寄生獣 セイの格率

Titulo: Kiseijuu: Sei no Kakuritsu
Autor: Iwaaki Hitoshi
Direção: Shimizu Ken`ichi
Gênero: Ação, Drama, Horror, Horror, sci-fi, Adaptação de manga, Seinen
Estudio: Madhouse
Exibição Original: 2014
Número de Episódios: 24


A historia começa  com a aparição de criaturas chamados de Parasitas, que hospedam-se no corpo de seres vivos, tomando controle dele. Eles atacam os humanos entrando pelos seus narizes e orelhas, o objetivo é chegar ao cérebro, para poderem assim controlar todo o sistema nervoso da pessoa, sem contar que a cabeça da pessoa, ou qualquer outro ser vivo que eles possuam, se torne a própria criatura em si. E temos uma demonstração disso já nos primeiros segundos da obra, o que já me impressionou e chamou atenção logo de cara. e é ai também que já podemos ver a boa qualidade da animação.
Logo depois dessa cena foda, já entra a melhor abertura da temporada até agora. A musica possui uma pegada mais pop, uma mistura de eletrônico com baterias e guitarras que ficou muito bom.




Assim o episódio começa pra valer com Izumi Shinichi, um jovem de 17 anos, acordando em seu quarto enquanto escuta uma voz estranha que diz "Que pena... Eu fracassei... Que pena". Shinichi levanta assustado, mas ignora a tal voz, achando que foi apenas coisa da sua imaginação. Como de costume o garota vai tomar café da manha junto de seus pais antes de ir para a escola. É mostrado que apesar do seu tamanho, o rapaz tem medo de insetos. Pobre alma, sabe de nada inocente.
Infelizmente o episódio teve um defeito, e teve que ser logo algo que eu odeio, CGI. Que merda foi aquela? As pessoas andando que nem robô na rua foi foda. Confesso que fiquei preocupado na hora. "Pronto, só porque achei o anime bom!". Mas felizmente isso não foi nada comparado ao resto.


Com o decorrer do dia Shinichi percebe que há algo estranho com sua mão, como se ela fizesse coisas por contra própria. Enquanto tira um cochilo na aula (quem nunca?), é mostrado o que aconteceu com Shinichi na noite anterior. E ai tenho que destacar a trilha sonora, ela combinou perfeitamente com o clima da obra, muito boa, serio, adorei a trilha sonora desse anime. Assim como a abertura ela possui um quê de eletrônico, pra ser sincero, em uma das cenas parecia que eu estava escutando Skrillex.


Enquanto volta pra casa Shinichi acaba salvando uma garotinha de um acidente, ou melhor, sua mão a salva. O rapaz obviamente entra e desespero ai ver aquela coisa estranha em sua mão direita e tenta dar um jeito nisso. Nesse momento ela se manifesta, dizendo que ela não é mais a mão dele, a criatura  comeu a sua mão e agora ele é a mão de Shinichi. Na manha seguinte é explicado que ele falhou ao tentar chegar ao cérebro do garoto, por isso tudo que ele conseguiu foi possuir sua mão. O bichinho chega a ser até engraçado com aquela vozinha dele e as "expressões" que ele faz.
Agora Shinichi, que levava uma vida normal e tranquila em um pacato bairro de Tokyo é obrigado a aprender a coexistir como esse novo ser que faz parte de seu corpo.




A obra é adaptada do mangá de mesmo nome, escrito e ilustrado por Iwaaki Hitoshi. Que inclusive ganhou o prêmio Kodansha Manga Award de melhor mangá na categoria geral no ano de 1993. A obra foi publicada de 1990 á 1995 na revista Gekkan Afternoon. O anime começou ontem, 8 de outubro, e o estúdio responsável é ninguém mais, ninguém menos que o mesmo que nos trouxe outro anime ótimo: Death Note. Sem duvida a MadHouse está querendo repedir o sucesso com Kiseijuu. A direção ficou nas mãos de Kenichi Shimizu. 

Por que assistir?
Kuseijuu , se trata de uma otima obra seinen, você começa acompanhando como o personagem se adaptara a essa mudança,como o tempo ele entra no dilema se ainda continua humano, você percebe a transformação do personagem.

O anime tem uma otina historia, com boas cenas de ação,suspense e drama,ao qual te deixa pensando sempre no que acontecera com Shinichi e como ele lidara com as mudanças ao seu redor e nele mesmo. 
#Ryu Recomenda

Share on Google Plus

About David Redfield

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário